Arquivo de etiquetas: poema

OS TEARES DA MEMÓRIA: MNÉMOSINE E SUAS FILHAS

 

Ana Luísa Amaral

in Entre dois rios e outras noites, Campo das Letras, 2008

 

Desejava esquecer, mas elas não me deixam:

chegam com seu tear e sua mão cruel,

Continue a ler OS TEARES DA MEMÓRIA: MNÉMOSINE E SUAS FILHAS

Anúncios